Escolha uma Página

Nos acostumamos com o dogma de que o mundo digital complementa o mundo físico.

Hoje o nosso cotidiano aponta para o contrário: nós estamos sempre conectados, o mundo é digital – é ele que  comanda as nossas decisões, a nossa agenda e os nossos relacionamentos.

Com o crescimento da internet das coisas e a adoção dos wearables em grande escala, estaremos ainda mais tempo online. Diante disso é fácil concluir que o mundo físico passará a complementar o mundo digital. O varejo é um bom exemplo. As análises, decisões e a própria compra acontecerão cada vez mais no mundo digital.

Pesquisas mostram que a maior parte das compras off-line já são iniciadas online. As lojas físicas deixarão de ser o local onde a compra acontece, mas se tornarão showroow, locais de experiência ou convivência, complementando a experiência no digital. Isso ocorrerá em todos os segmentos.

Um exemplo extraordinário desse cenário é a visão que Fred Trajano, CEO da Magazine Luiza, tem da empresa: “Se puder resumir meu plano, somos hoje uma empresa tradicional de varejo com uma área digital e a grande visão é ser uma empresa digital com pontos físicos e calor humano.

É fazer os canais e cultura digitais serem protagonistas do negócio, suportados por dois grandes ativos da companhia, que são a presença de loja física e nossa equipe, que é muito motivada”.

Mauro Segura