Medium demite um terço dos funcionários e busca novo modelo de negócios

O Medium, uma plataforma para publicar textos autorais que cresceu 300% no ano passado, demitiu aproximadamente 50 funcionários da equipe, principalmente nos setores de vendas, suporte e negócios em geral. A plataforma que coloca na mesma página autores conhecidos mundialmente e escritores desconhecidos cumpriu parte de sua meta inicial, desenvolver um meio em que os usuários se motivassem a escrever bons conteúdos, e não textos rasos e não originais que vemos lucrar na publicidade online.

Apesar disso, segundo o CEO da empresa, Ev Williams, a construção do modelo atual do website não foi a solução completa para o problema maior, o de conseguir direcionar o lucro ao bom conteúdo. Continuar no mesmo caminho seria um risco ao Medium, de se tornar somente uma extensão do sistema quebrado já existente – a mídia voltada à propaganda, e não às pessoas.

A demissão em massa, aliada ao fechamento de dois escritórios, de Nova Iorque e Washington D.C, são algumas das medidas para abordar o problema maior. “Nós acreditamos que as pessoas que escrevem e compartilham ideias devem ser recompensadas a partir de suas habilidades de instruir e informar, não simplesmente pela sua habilidade de atrair alguns segundos de atenção”, disse o CEO a respeito da mudança para o novo modelo.

Agora como exatamente esse modelo vai funcionar, ainda não sabemos. Nem mesmo a própria empresa. Segundo o anúncio, o processo ainda não é claro e deve demorar algum tempo. Você pode ler o pronunciamento completo de Ev Williams em seu post.

por  – B9

 

Google Calendar vai te ajudar a ter uma vida mais fitness em 2017

Tela de 2 smartphone demonstrando o google calendar

Google Calendar vai te ajudar a ter uma vida mais fitness em 2017

Se você é daqueles que sempre promete ter uma vida mais saudável no ano novo que começa, bem, saiba que agora até o Google Calendar vai te ajudar nisso.

Em abril do ano passado o serviço disponibilizou para os usuários a possibilidade de marcar objetivos, por exemplo: ir para academia três vezes por semana. Mas agora a ferramenta também está integrada com o Google Fit e o Apple Health, para que todo o seu progresso e desempenho seja registrado e marcado como concluído quando você atingir suas metas de atividades.

Além disso o acompanhamento de performance do aplicativo também está de cara nova para mostrar o progresso do usuário. Outro ponto que vale destacar é que o Calendar agora organiza os melhores horários de treino de acordo com a disponibilidade de agenda.

Pra quem quer essa força, a atualização do app já está disponível tanto para Android quanto iOS.

por Rafael de Almeida – B9

 

Trazendo métricas e anúncios para o Instagram Stories

Print da Tela do Instagram Stories

Em cinco meses desde o seu lançamento, o Instagram Stories cresceu consideravelmente. Agora, mais de 150 milhões de Instagrammers usam a plataforma diariamente. Além disso, o Stories tem contribuído para a geração de conteúdo e engajamento. Na verdade, um em cada cinco Stories recebe comentário via mensagem direta do Instagram. E quando as Stories são de empresas, há também um alto engajamento. Pessoas e negócios têm descoberto uns aos outros no Instagram, prova disso são os 70% dos instagrammers que seguem contas de negócios. Portanto, não é surpresa alguma que um terço dos Stories mais vistos são de empresas.

O momento para os Stories de empresas é claro, portanto o Instagram anunciou ferramentas capazes de mensurar a interação entre pessoas e histórias – métricas do Stories para perfis de negócios e anúncios de tela cheia nos Stories.

Métricas do Stories

Nas próximas semanas, as Ferramentas de Negócios do Instagram contarão com métricas sobre Stories orgânicos. Empresas que possuem um perfil comercial poderão ver o alcance, impressões, respostas e saídas de cada uma de suas histórias. Ao visualizar essas informações, elas poderão tomar decisões informadas e criar conteúdo ainda mais relevante para sua audiência.

Anúncios no Stories

Além de métricas, a plataforma também está trazendo anúncios imersivos em tela cheia no Stories. A publicidade nas histórias permitem usar recursos de segmentação, alcance e mensuração capazes de tornar os anúncios ainda mais relevantes para um público específico – algo sem igual em uma experiência do Stories atualmente.

Neste primeiro estágio dos anúncios em tela cheia no Instagram Stories, eles irão testar com cerca de 30 cliente em todo o mundo, incluindo: Skol, Netflix, Coca-Cola, Capital One, General Motors, Buick, Nike, Yoox e Qantas. Hoje, cerca de 70% das histórias assistidas são com som ligado, o formato imersivo de tela cheia gera uma interação como nunca antes.

Isso é apenas o começo

Anúncios no Instagram Stories serão lançados globalmente para objetivos de negócios focados em alcance e para as demais interfaces nas próximas semanas. Depois dessa fase, a plataforma irá ajudar negócios a atenderem outros objetivos de negócios com opções de direct response disponíveis nos próximos meses.

 

Atualização do Snapchat tenta descomplicar aplicativo

O Snapchat lançou essa semana uma nova atualização no aplicativo para iOS que faz diversas mudanças na interface. As mudanças, que para usuários beta do aplicativo no Android já eram conhecidas há algumas semanas, tem como objetivo permitir uma navegação mais fácil e foco em descobrir novos conteúdos.

Uma das mudanças significativas foi a introdução de uma barra de busca no topo da tela. Com ela, o usuário consegue buscar mais conteúdo, encontrar grupos e amigos e mandar snaps de qualquer página do app. Essa é uma medida para simplificar o aplicativo: menos trocas de telas, mais agilidade.

Agora também é mais fácil encontrar os canais Discover e enviar snaps para o Our Story, aquelas seleções feitas pelo próprio Snapchat quando eventos especiais acontecem, como as Olimpíadas.

O update vem principalmente para tentar amenizar as reclamações (provavelmente de quem não é millenial) de que o aplicativo é complicado demais. Em tempos em que o Instagram Stories atinge 150 milhões de usuários diários, é bom o Snapchat se cuidar.

por Leonardo Muraoka – B9

 

Tinder lança app para Apple TV e volta com ‘namoro na televisão’

O Tinder agora possui um aplicativo oficial para a Apple TV. A rede social de paqueras lançou sua própria versão para o aparelho com o intuito de promover “diversão familiar” — o que lembra muito os antigos programas de namoro na TV.

Tinder inclui mais opções de gênero para o app

O app do Tinder para Apple TV funciona da mesma forma que a versão para iOS (iPhone). Basta clicar na letra ‘X’ para dizer ‘não’ ou no ícone de coração pra dizer ‘sim’ (esquerda e direita, respectivamente) nos perfis de pessoas que o Tinder exibir. Quando um “Match” ocorrer, os usuários combinados poderão conversar via celular de forma mais discreta — e não na interface do televisor.

Por ser exibido na TV, esta versão do Tinder permite que outras pessoas ao redor participem da brincadeira como mães, pais, irmãos e amigos, auxiliando nas escolhas ou comentando sobre os perfis que são exibidos no telão. Por isso o termo “diversão familiar”.

O que você faz no Tinder aparece no Facebook? Troque dicas no Fórum do TechTudo.

Chacoalhar o controle remoto do Apple TV permite retornar um perfil negado por engano, caso o usuário seja assinante Tinder Plus. O aplicativo deixa que diversas contas sejam usadas em um mesmo aparelho da Apple, mas apenas uma de cada vez.

Para usar, vá até a App Store na sua Apple TV e baixe o Tinder. Siga as instruções na tela e faça login. Depois, basta deslizar para esquerda ou para direita, como você já está acostumado a fazer no celular.

Por Felipe Vinha para o TechTudo

 

Google lança Allo em português

Depois de lançar o Allo em inglês há dois meses, o Google lançou no início desta semana o “aplicativo inteligente de mensagens” no Brasil com uma versão em português. O Brasil é o terceiro mercado a receber uma variante local do aplicativo, atrás apenas dos Estados Unidos e da Alemanha.

A inteligência artificial dentro do chat faz dele não somente um canal de comunicação mas também uma forma de executar ações sem sair da conversa, como obter informações na internet, traçar rotas em mapas, rodar vídeos no YouTube e agendar compromissos.

O aplicativo está 100% traduzido e contextualizado para o público brasileiro, incluindo seu sistema de inteligência artificial, chamado de Assistente. Basta chamá-lo pelo aplicativo e fazer perguntas ou solicitações, em português e do seu jeito (não deixe de testar os conhecimentos do Allo nas novelas brasileiras). O Google Brasil explica que, quanto mais você conversar com o Assistente, mais rápido e eficaz ele se tornará para entender o que você deseja que ele faça.

http://digitaisdomarketing.com.br/google-lanca-allo-em-portugues-no-brasil/#ixzz4U98Nzi00